MENU
cm-condeixa.pt / apoio ao munícipe / ação social / atividades

Ação Social

O SASS encontra-se integrado no Gabinete de Qualificação e Coesão Social e apresenta competências nos domínios da Acão Social e Saúde.

Atividades

Conheça as iniciativas da Ação Social de Condeixa-a-Nova: Grandes Eventos, Apoio à Infância, Família, Comunidade e População Sénior

Conheça as Iniciativas

Grandes Eventos

Jornadas Solidárias

Este projeto visa elencar de forma sintética várias actividades que se propõe levar a efeito, tendo como apoio organizativo essencialmente o serviço referenciado, numa lógica de parcerias e interdisciplinaridade das várias entidades locais utilizando os seus recursos e respostas/oportunidades potenciadoras do desenvolvimento social local, acessíveis a todos os grupos sociais, numa perspectiva de participação activa dos vários actores envolvidos e dos grupos alvo de intervenção, de promoção de direitos de cidadania e de comunidade inclusiva.

O envolvimento de outras parcerias no âmbito da Rede Social/CLDS+, serão cruciais para a concretização deste projecto.

Para além do carácter lúdico, recreativo e cultural, esta iniciativa, pretende sensibilizar para a importância da solidariedade, numa constante troca de dar e receber, já que se considera que a conjugação de sinergias, implicando os vários actores sociais, poderá minimizar e responder às várias solicitações, perspetivando que constitua um marco de referência, na mobilização das instituições/entidades e dos munícipes que de forma altruísta e graciosa poderão certamente partilhar bens que irão ajudar outros que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Semana Sénior

A iniciativa consiste na realização de várias ações tendo por objetivo principal, refletir sobre as novas politicas para o envelhecimento, analisar as boas práticas de um envelhecimento ativo, bem como promover a troca de experiências entre os participantes.

As actividades a desenvolver são de índole recreativa, social e formativa, na certeza de se estar a contribuir para uma maior capacitação e formação dos agentes interessados. É certamente uma mais-valia a continuação da aposta num envelhecimento ativo e saudável, promovendo o bem-estar e a qualidade de vida dos indivíduos de grande idade.

Grupo Alvo: Seniores e Reformados
Condições de Participação: Inscrição no Serviço de Ação Social e Saúde

Cartaz V Semana Sénior

Apoio à Infância

ATL à Beira Mar

Colónia de Férias para crianças pertencentes a agregados familiares económicos e socialmente mais desfavorecidos do concelho. Tem a duração de uma semana com idas e regressos diários, para a zona da Figueira da Foz e praias limítrofes, proporcionando às crianças estadias na praia. A Câmara Municipal assegura o transporte, o pagamento dos almoços das crianças e dos monitores, material de praia, seguro, suplementos alimentares, entre outros. Paralelamente são contactadas empresas do ramo alimentar a solicitar colaboração para reforço alimentar no período da manhã e/ou lanche.

Grupo Alvo: Crianças entre os 6 e 12 anos, residentes no concelho e a frequentar as escolas do 1º CEB, com processo de acompanhamento no âmbito da CPCJ, RSI e Ação Social e integradas em famílias em situação de vulnerabilidade socioeconómica.
Condições de Participação: Mediante inscrição e de acordo com a priorização efetuada pelos técnicos de acompanhamento. Número de participantes definidos em função da capacidade do autocarro camarário.

Família e Comunidade

Festa da Família/ Jogos Tradicionais

Iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Condeixa-a-Nova, com apoio do Gabinete de Desporto e Gesinserde, além do envolvimento de outras parcerias no âmbito da Rede Social/CLDS+.

População Alvo: A atividade está direcionada para todas as crianças do Concelho de Condeixa-a-Nova e áreas limítrofes, para idades compreendidas entre os 6 e os 14 anos e respetivos familiares.

Loja Social

É um serviço de resposta concelhio, criado a 27 de Outubro de 2007, no âmbito da Rede Social, promovido pela Autarquia e dinamizado numa lógica de parceria com as restantes entidades locais.

Funciona atualmente com três valências, a saber: O Banco Solidário e Mercearia Social, Ateliers Ocupacionais e o Banco de Voluntariado Social.

Opera como um banco de recursos de bens, dirigido a indivíduos/ famílias em situação de vulnerabilidade socioeconómica, residentes no concelho e encaminhadas pelos diferentes serviços concelhios de ação social e saúde.

Os bens são angariados através de campanhas solidárias, promovidas ao longo do ano pelo SASS e/ou por outras entidades locais, numa lógica de parceria ou por donativos de particulares entregues directamente na Loja Social, destacando-se quinzenalmente a Casa de Saúde Rainha Santa Isabel, bem como aquisição directa, através do Programa de Emergência.

Bens disponíveis: Vestuário e calçado (adulto e criança); enxoval para bebé e brinquedos; artigos domésticos; pequenos electrodomésticos; peças de mobiliário; materiais diversos.

Ateliers Ocupacionais

Funcionam como espaços de ocupação lúdico-formativos e de desenvolvimento de competências pessoais e sociais, dinamizados, prioritariamente, por voluntários com vista ao desenvolvimento de competências numa lógica de inclusão social, assumindo, essencialmente, uma componente social e relacional.

Funcionamento: horário laboral
População Alvo: Prioritariamente munícipes desempregados, seniores e população no geral.

Campanhas Solidárias “A 17… Acontece”

É um projeto solidário que surge no dia 17 de Outubro de 2012, da iniciativa da Câmara Municipal de Condeixa, integrado na realização da III Semana Sénior, como forma de assinalar a comemoração do Dia Mundial Contra a Pobreza e a Exclusão Social. A autarquia, em prol dos valores da interajuda e solidariedade, lançou o desafio às entidades da Rede Social de Condeixa para que o concelho promovesse, de forma transversal e integrada em todos os dias 17 de cada mês, iniciativas solidárias a favor dos cidadãos em situação de maior vulnerabilidade.

Associaram-se a esta causa, inicialmente, 15 parceiros (ISS, IP – Centro Distrital de Coimbra, IPSS’S, Agrupamento de Escolas, Bombeiros Voluntários, Centro de Saúde, Juntas de Freguesia, Associações culturais, Desportivas e serviços municipais, sem fins lucrativos). Paralelamente à campanha solidária de recolha de bens, a que todos os parceiros se associaram, promovida pela Loja Social de Condeixa, os parceiros foram assinalando o dia 17 de cada mês, com diferentes iniciativas, destacando-se a título de exemplo, as iniciativas: do Clube de Condeixa, através da criação de Loja Social Desportiva; da APPACDM de Condeixa, com a ajuda comunitária através da recuperação de jardim; da Associação Humanitária dos Bombeiros de Condeixa, através da promoção da recolha de tampinhas para ajudar um concidadão com deficiência grave; da Santa Casa da Misericórdia e o Centro Social de Ega, através da distribuição de refeições sociais pelos mais carenciados; do Agrupamento de Escolas, com o desenvolvimento de ações junto dos alunos de forma a promover conceitos de solidariedade e importância de valorizar e reutilizar; das Juntas de Freguesia, com recolha de bens alimentares e roupa, entre outras.

No presente ano as várias parecerias que integram a Rede Social/outros, perspetivam organizar atividades, desde 17 de Março (dia de inauguração da sede do projeto e apresentação publica do CLDS+), bem como nos meses seguintes, em dias a definir, podendo eventualmente não coincidir no dia 17 de cada mês, mas tendo sempre em linha de conta a vertente altruísta e solidária.

Caminhadas Solidárias

No âmbito do programa “andar a pé” foi levado a efeito um ciclo de caminhadas, em diferentes sítios, e em diferentes pisos, nomeadamente: serra, cidade e praia.
A recolha de bens pelos participantes e entrega na Loja Social, será uma das vertentes destas caminhadas solidárias.

Objetivos:
  • Recolher bens diversificados
  • Sensibilizar para a importância da solidariedade
  • Promover ações de cariz solidário através da cooperação e da articulação em rede, desenvolvendo o espírito concelhio de entreajuda e de parceria em prol de causas solidárias;
  • Ajudar a colmatar situações de maior vulnerabilidade.

Equipa de Intervenção Direta

A Equipa de Intervenção Direta tem como objetivos: Disponibilizar serviços descentralizados nas áreas da ação social, cuidados de saúde primários, melhoramento habitacional, proteção civil e prevenção primária de situações de risco para bem-estar da comunidade local, prestar serviços de proximidade à comunidade local, diagnosticar situações/ problemas do concelho, atenuar necessidades básicas de alimentação, saúde e higiene, minimizar situações de isolamento e promover a (re) integração social, contribuir para uma melhoria da qualidade de vida de munícipes em situação de maior vulnerabilidade . Sairá todas as quintas-feiras para o “terreno”, funcionando em sistema de rotatividade entre os técnicos dos serviços envolvidos, e contando com o apoio/parceria dos Bombeiros Voluntários de Condeixa na disponibilização de transporte, que se encontra devidamente identificado por uma faixa alusiva á Equipa de Intervenção Direta, tal como os técnicos e voluntários que terão uma componente de vestuário de modo a identificá-los como membros da Equipa. Foi realizada uma conferência sobre o projeto e assinatura do mesmo, no dia 17/02/2015, sendo que a primeira saída para o “terreno” foi no dia cinco de março.

Voluntariado

É um espaço de encontro entre voluntários (munícipes que, de forma desinteressada, pretendam desenvolver atividades de interesse comunitário/social) e organizações promotoras de voluntariado social, que visam promover uma dinâmica concelhia, no acolhimento de voluntários e respetivo encaminhamento para entidades locais de carácter social.

ESTÁ ao serviço das pessoas, das famílias e das comunidades, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida e do bem-estar das populações.

TRADUZ-SE num conjunto de acções de interesse social e comunitário, realizadas de forma desinteressada, expressando o trabalho voluntário.

DESENVOLVE-SE através de projectos e programas de entidades públicas e privadas com condições para integrar voluntários, envolvendo as entidades promotoras.

CORRESPONDE a uma decisão livre e voluntária apoiada em motivações e opções pessoais que caracterizam o voluntário.

Condições de participação: Inscrição em formulário próprio e participação em ações de formação.

Formulário de Inscrição

População Sénior

Carnaval

Enquadrado numa política social que pretende valorizar a população sénior, a presente atividade destinada a esta faixa etária, vem na sequência do realizado nos anos anteriores. Tem como objetivos:

· Comemorar esta data festiva, através da realização de uma tarde recreativa, que constitui um dia diferente do seu quotidiano;
· Proporcionar à população sénior espaços de lazer e de confraternização;
· Promover o bem-estar e relacionamento interpessoal, através do convívio entre munícipes de várias localidades.

Download do Cartaz

Caminhadas Rotas Culturais

Realização de caminhadas intergeracionais que surgem do âmbito do programa “Andar a Pé” a realizar em diferentes sítios e pisos. Visitas a locais de interesse cultural, paisagístico e arquitetónico.

Objetivos:

  • Promover a prática da atividade física, incentivar a população a caminhar em contextos diferenciados.
  • Promover a visita a locais de interesse turístico, patrimonial e paisagístico, no município e noutras zonas, em parceria com instituições e serviços;
  • Fomentar a intergeracionalidade, o convívio e a aprendizagem mútua; favorecer o reforço de laços afetivos.
População Alvo: Seniores e Reformados/ Outros
Condições de Participação: Inscrição no Serviço de Ação Social e Saúde

Mobilidade Saúde em Movimento

Esta atividade consiste na dinamização de exercícios físicos e de hidroginástica e caminhadas, numa lógica de promoção da saúde, bem-estar, mobilidade e convívio interpessoal.

Grupo Alvo: Séniores
Condições de Participação: Inscrição na Piscina Municipal / Serviço de Ação Social e Saúde

Passeios de Verão

Realização de passeios turísticos a zonas a definir superiormente, priorizando a zona litoral do País, com idas e regressos diários de munícipes participantes dos vários lugares.

Objetivos:

  • Proporcionar a visita a locais de interesse turístico, cultural e paisagístico, através de visitas guiadas.
  • Fomentar espaços de convívio e interação entre idosos das várias localidades participantes.
  • Facultar a esta faixa etária vivências diversificadas e momentos de lazer alternativos ao seu quotidiano, contribuindo para o seu bem-estar físico, psíquico e social.

    Grupo-Alvo: Seniores e /ou reformados com mais de 60 anos.
    Condições de Participação: Inscrição no Serviço de Ação Social e Saúde.