×

Erro

Strange, but missing GJFields library for /home/cmcondei/public_html/cm-condeixa.pt/rbcondeixa/plugins/content/autoreadmore/autoreadmore.php
The library should be installed together with the extension... Anyway, reinstall it: GJFields

 

Ler mais: Fase de escola do Concurso Nacional de Leitura 2018/2019 concluída no Agrupamento de CondeixaA 13.ª Edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL) decorre entre o dia 3 de outubro de 2018, data oficial de abertura, e o dia 25 de maio de 2019, dia da grande final, em Braga. Esta iniciativa e o desenvolvimento do CNL compreende quatro fases consecutivas. No primeiro período letivo decorreu, no Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova, a fase escola.

Os concorrentes foram repartidos em 4 categorias: alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico (3º e 4º anos de escolaridade), alunos do 2º Ciclo do Ensino Básico, alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico e alunos do Ensino Secundário.

A organização e coordenação desta fase foi assegurada pelas professoras bibliotecárias, Ana Rita Amorim e Carla Fernandes. A divulgação e inscrição dos alunos ficou a cargo dos docentes titulares de turma e de Português, que muito fizeram para envolver os alunos nas atividades propostas. Considerando que o presente ano letivo será dedicado ao patrono do Agrupamento, cujo Centenário se celebra em abril, as obras selecionadas foram as seguintes: 1º Ciclo - “Contos para a Infância” de Guerra Junqueiro; 2º Ciclo - “A mulher que engolia alfinetes”, de Fernando Namora; 3º Ciclo - “Dois ovos ao fim da tarde”, de Fernando Namora; Ensino Secundário -“História de um Parto” e “História quase policial”, de Fernando Namora. Foi uma boa forma de iniciarmos a revisitação deste autor tão significativo para o concelho.

Elaboradas as provas escritas em formulário Google, as mesmas foram aplicadas durante o mês de novembro, tendo sido apurados os alunos da seguinte forma: 1º ciclo - o melhor aluno de cada turma do 3º e 4º ano (EB nº1; EB nº3; EB1 Anobra; EB1 Belide; EB1 Ega e EB1 Sebal); 2º ciclo, 3º ciclo e ensino secundário - os cinco melhores alunos por nível de escolaridade.

A 2ª eliminatória, realizada a 12 de dezembro, juntou todos os finalistas na Biblioteca Municipal Eng.º Jorge Bento e integrou os domínios da oralidade e da leitura, tendo sido avaliadas a expressão, a argumentação e a leitura expressiva de cada um dos candidatos.

Ao júri coube avaliar a prestação dos alunos envolvidos e deliberar, segundo os critérios de avaliação aplicáveis. Destacamos a participação da Vereadora da Educação e Cultura, Dr.ª Liliana Pimentel, da Coordenadora Interconcelhia das Bibliotecas Escolares, Dr.ª Helena Duque, e da técnica responsável pela Casa Museu Fernando Namora, Isabel Freitas, na sessão da manhã, dedicada aos 2º, 3º ciclos e ao ensino secundário. Na sessão reservado ao primeiro ciclo tomaram os lugares de júri a Coordenadora da EB nº1, Alcina Dias, a técnica da Biblioteca Municipal,  Ana Froufe, e uma representante dos Encarregados de Educação, Cristina Querido.

Foram apurados dois alunos de cada ciclo de ensino (total de 8 alunos) que representarão o nosso agrupamento na Fase Intermunicipal:

1º CEB – Francisco Pinto (EB nº3|4ºA) e Cassiano Silva (EB nº1 | 4ºA).

2ºCEB – Margarida Figueiredo (6ºA) e Joana Pimenta (6ºA).

3º CEB – Beatriz Diogo (9ºA) e Anaís Duro (7ºF).

Secundário – Tomás Ribeiro (11ºB) e Rodrigo Machado (12ºB).

Desejamos a todos muita sorte para esta nova etapa e agradecemos o seu empenho, que elevou substancialmente a qualidade das participações, a que não foi alheia a colaboração preciosa de todos os professores. Bem hajam!

Ler mais: Fase de escola do Concurso Nacional de Leitura 2018/2019 concluída no Agrupamento de CondeixaLer mais: Fase de escola do Concurso Nacional de Leitura 2018/2019 concluída no Agrupamento de Condeixa

Ler mais: Fase de escola do Concurso Nacional de Leitura 2018/2019 concluída no Agrupamento de CondeixaLer mais: Fase de escola do Concurso Nacional de Leitura 2018/2019 concluída no Agrupamento de Condeixa

Ler mais: Fase de escola do Concurso Nacional de Leitura 2018/2019 concluída no Agrupamento de CondeixaLer mais: Fase de escola do Concurso Nacional de Leitura 2018/2019 concluída no Agrupamento de Condeixa

Ler mais: Fase de escola do Concurso Nacional de Leitura 2018/2019 concluída no Agrupamento de CondeixaLer mais: Fase de escola do Concurso Nacional de Leitura 2018/2019 concluída no Agrupamento de Condeixa

Ler mais: Fase de escola do Concurso Nacional de Leitura 2018/2019 concluída no Agrupamento de Condeixa 

 

A biblioteca da EB nº2 celebrou, de 10 a 14 de dezembro, a Semana dos Direitos Humanos. Os alunos elaboraram trabalhos que foram expostos no átrio e contaram com a visita guiada da turma do 8º D, coordenada pela professora Fernanda Fidalgo. Durante a semana foram várias as atividades desenvolvidas: encontro com os autores Raquel Palermo e João Lacerda Matos, palestras e oficinas com os investigadores do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e o visionamento de filmes. Os temas do bullying, da escravatura e das desigualdades de género foram alvo de reflexão. A Maratona de cartas, promovida pela Amnistia Internacional, foi outra iniciativa que se desenvolveu em prol da defesa das causas atuais. Em evidência estiveram as histórias de mulheres que ousaram resistir e as petições em seu favor circularam entre os alunos da escola (Atena Daemi sonha com o fim da pena de morte no Irão; Marielle Franco lutou destemidamente por um Rio de Janeiro mais justo; Nonhle Mbuthuma lidera a luta da sua comunidade contra uma empresa mineira que quer explorar titânio na sua terra ancestral; Geraldine Chacón ajuda a capacitar jovens a defenderem os seus direitos na sua cidade, Caracas; Vitalina Koval trabalha arduamente para defender os direitos LGBTI e os direitos das mulheres na sua cidade natal, Uzghorod, na Ucrânia). A ideia é fazer com que as cartas assinadas para estas causas façam pressão para que que as autoridades atuem e para que todos os que abusam de direitos humanos sejam apresentados à justiça.

Os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos foram o mote para uma questão que se impõe hoje ao homem do século XXI:Todos nós somos iguais em igualdade e direitos?

 

Ler mais: Direitos Humanos na EB nº2 - Vencemos juntos!

Ler mais: Direitos Humanos na EB nº2 - Vencemos juntos!

Ler mais: Direitos Humanos na EB nº2 - Vencemos juntos!

A turma  do 4ºA da EB nº3, orientada pela professora Augusta Ventura, foi uma das vencedoras da 2ª edição do concurso "Põe a tua terra nos píncaros", "Um herói da tua terra".
A Rádio Miúdos é a primeira rádio portuguesa para crianças que iniciou as emissões experimentais em novembro de 2015. É uma rádio exclusivamente on-line (https://www.radiomiudos.pt), com emissão 24 horas/7 dias por semana.
Fiquem atentos à programação desta rádio porque, a partir do dia 10 de dezembro, de 2ª a 6ª feira, às 9h15 e às 20h passam todos os spots a concurso, começando pelos vencedores!
Para já, ouçam o spot da turma do 4º ano!
Ler mais: Turma de Condeixa entre os vencedores de
Ler mais: Turma de Condeixa entre os vencedores de
 

 Diz o ditado que “quem muito dorme, pouco aprende”, mas será realmente verdade? Ou será melhor “deitar cedo e cedo erguer (que) dá saúde e faz crescer”?

É vasto e diversificado o adagiário português referente às valências do sono, mas, de facto, nem todos podem ser seguidos à regra. A confirmação vem do Presidente da Associação Portuguesa do Sono.

 

Os números são alarmantes. A maioria dos portugueses não cumpre as horas de sono que devia, descansa menos do que o recomendado e até reconhece que devia cumprir mais repouso por dia.O número de horas não encerra, contudo, esta discussão, e nem a lista termina com as vantagens que um bom sono causa na saúde e que muito poucos conhecem, apesar de essenciais para a qualidade de vida.

A culpa de tudo isto é da evolução. A culpa é do mundo contemporâneo. A culpa é do desequilíbrio entre ambos.

Na premência de colocar o assunto em debate e acordar para a realidade da importância do sono na nossa qualidade de vida, a Biblioteca Municipal Engº Jorge Bento endereçou o convite ao condeixense e presidente da Associação Portuguesa do Sono, Dr. Joaquim Moita, parafalar um pouco sobre “A importância do sono na vida e na sociedade”.

Muito além das consequências devastadoras da falta de sono na saúde, na carreira profissional e nos relacionamentos sociais, “como dormir melhor?” assumia-se a pergunta inevitável numa sala repleta de interessados em adquirir hábitos saudáveis e adequados de sono.   

Com uma calendarização bem estruturada, o presidente da APS decidiuiniciar a palestra com uma breve contextualização acerca do sono e o seu ciclo, focando só a posteriori a questão postural. O que devemos fazer para dormir corretamente e quais as consequências de um sono incorretorevelaram-se numa chamada de atenção para a importância do sono regular diário, salientandoa necessidade de comportamentos saudáveis que o beneficiem.

Naturalmente, não existe uma receita aplicável a todos da mesma forma, masquantidade, qualidade e hora certa do dia fazem parte do sucesso. Nada mais fácil que isto! “Há uma hora para descansar e uma hora para estar acordado e mais importante que dormir muitas horas, é a qualidade do sono”, garante o especialista.

Certo é que o sono é já considerado um luxo e um dos padecimentos do século XXI,mas é sobretudo uma necessidade e, por isso mesmo, não podemos descurar a sua importância e procurar um equilíbrio entre as horas que lhe damos tempo e o ritmo de vida.  Porque “deitar cedo e cedo erguer, custa muito, mas tem de ser.”

Ler mais: Palestra sobre o despertar para o sono na Biblioteca Municipal

Ler mais: Palestra sobre o despertar para o sono na Biblioteca Municipal

Cheiros, cores, folhas e muito mais… Aí está a “meia estação” que assumiu protagonismo nos “Sábados com Histórias”.

 

Para a maioria corresponde à despedida amarga do verão, para outros é uma das estações mais bonitas do ano, não só pela explosão de cores, mas também pelo tempo que, ainda não sendo frio, também não é exageradamente quente.

O outono chegou há umas semanas e dispensa apresentações…Tal como as sessões de “Sábados com Histórias”, promovidas pela Biblioteca Municipal Engº Jorge Bento.

Pegando neste encanto especial que caracteriza a estação das transformações, surgiu o mote para, a 24 de novembro, percorrer um roteiro literário repleto de “Histórias do cair da folha”, numa original ilustração das transformações da Natureza.

Folha a folha, página a página, de livro em livro, cerca de 30 crianças puderam assim apreciar o tempo presente através de uma observação em tudo diferente da pressuposta, e saltando de palavra em palavra, ver a metamorfose lenta da natureza, a despedida dos dias grandes e a preparação para os rigores do inverno que se avizinha e traz consigo os dias gelados, as celebrações em família, os serões prolongados… e as mensagens de Natal.

Alimentando este espírito, e já que o tempo voa, a sessão contou ainda com um breve atelier de postais de Natal, datilografados a máquina de escrever antiga.

 

Ler mais: Outono : O festival de cores que contagia histórias na Biblioteca Municipal

Ler mais: Outono : O festival de cores que contagia histórias na Biblioteca Municipal

Pág. 1 de 31

© Rede de Bibliotecas de Condeixa

Pesquisa