“TINTA PERMANENTE, uma oficina de ideias, corpo e manifesto!”

b_500_0_16777215_00_images_artigos_03_RBC_semanaLeitura21_Read_Stand_up.jpgA Semana da Leitura 2021 contou com a participação da atriz Adriana Campos, colaboradora do projeto “Read & Stand Up – Levanta-te por uma causa! do Agrupamento de Escolas de Condeixa-a-Nova, integrado no Movimento 14-20 do Plano Nacional de Leitura. As turmas do 9º F, do 10ºA e do 11ºB participaram nesta atividade, que se apresentou como uma oficina de ideias, corpo e manifesto.

 

MA-NI-FES-TO

 

Na literatura, um manifesto define-se como um texto de natureza dissertativa e persuasiva. É uma declaração pública de princípios e intenções, que tem como objectivo alertar para um problema ou fazer a denúncia pública de um problema que já existe, normalmente de cunho político. Na verdade, o manifesto destina-se a declarar um ponto de vista, denunciar um problema ou convocar uma comunidade para uma determinada ação. Ele tem uma estrutura, relativamente, livre…

Livre… livre… livre…

Hoje, a liberdade esteve no topo das nossas necessidades e, por isso, tivemos de exercitá-la. Começamos pelos dedos e pelas palavras escritas a tinta.

 

Devemos manifestar-nos? 

Podemos manifestar-nos? 

Que espaço temos para o manifesto?

Sou mais livre quando me manifesto?

Todos podem manifestar-se?

Para que serve uma janela?

Qual o grau de utilidade de uma janela-manifesto?

 

A ousadia,  subversão e a reflexão sobre  inutilidade das coisas humanas foram os pontos centrais neste exercício dramático, que dá inicio a uma caminhada de defesa de causas assentes na capacidade argumentativa. O espanto está instalado, a ação virá de seguida.

 

b_500_0_16777215_00_images_artigos_03_RBC_semanaLeitura21_Screenshot_2.png

b_500_0_16777215_00_images_artigos_03_RBC_semanaLeitura21_Screenshot_1_1.png

 

Pesquisa